-->

Notícias

19 abril 2022

Mandetta diz que decretar fim de pandemia é 'loteria', por risco de novas cepas

Mandetta diz que decretar fim de pandemia é 'loteria', por risco de novas cepas




Para o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (União Brasil), decretar o fim da emergência sanitária da Covid-19 neste momento é uma "loteria", especialmente com relação ao possível surgimento de novas cepas da doença.



"Não sabemos o que pode acontecer. O que pode furar esse esquema, ter de voltar atrás, é uma nova variante. É uma loteria. Pode estar acontecendo de surgir uma nova cepa nesse segundo em São Paulo, pode ser no Vietnã, na África. Por isso que a OMS [Organização Mundial da Saúde] ainda não decretou o fim da pandemia", afirma ele, que ocupou a pasta durante 16 meses no início do governo de Jair Bolsonaro (PL), até romper com o presidente.


No último domingo (17), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou, em cadeia nacional de rádio e TV, o fim da emergência sanitária, citando a alta cobertura vacinal, queda nos números de casos, internações e mortes, e medidas tomadas pelo governo federal contra a pandemia.


Segundo Mandetta, o fundamental, mesmo neste cenário, é manter alta a vigilância sobre novas variantes do vírus, bem como o controle sobre fronteiras. "Depende muito do que ele [Queiroga] entende como fim da pandemia. Tem uma parte que se chama vigilância, que significa coletar material e verificar se tem cepa nova", diz o ex-ministro, que é pré-candidato ao Senado por Mato Grosso do Sul.


Para ele, o fato de a cobertura vacinal ser alta não justifica que medidas de prevenção sejam deixadas em segundo plano.


"O SUS é muito bom de vacina, a gente passou de 80% de duas doses. Agora, a vigilância, que é saber quem está no país, se está entrando com febre, isso tem de continuar fazendo. Você não pode relaxar", disse.


Ele afirma, no entanto, que tem dificuldade em confiar que o atual governo fará este trabalho de controle e acompanhamento sobre novas variantes. "Acho as medidas sanitárias deste governo sempre confusas, fracas. Espero que tenham juízo desta vez, porque até agora não tiveram muito".

Responsabilidade: Imagens, artigos ou vídeos que existem na web às vezes vêm de várias fontes de outras mídias. Os direitos autorais são de propriedade total da fonte. Se houver um problema com este assunto, você pode entrar em contato