-->

Notícias

28 abril 2022

Mais 11 diplomatas estrangeiros são expulsos na Rússia por Putin

Mais 11 diplomatas estrangeiros são expulsos na Rússia por Putin




Mais oito diplomatas japoneses e três noruegueses foram expulsos da Rússia nesta quarta-feira (27). A atitude do governo local vem em resposta a uma decisão semelhante tomada recentemente pelos dois países contra diplomatas russos.



As expulsões foram anunciadas pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros. A pasta afirmou que a decisão foi comunicada ao embaixador norueguês, Rune Resaland.Moscou considerou “infundada” a expulsão dos seus diplomatas da Noruega, anunciada em meados de abril. Além disso, a ajuda militar do país nórdico à Ucrânia acentuou a crise diplomática.



De acordo com o que divulgou o Portal Metrópoles, para o ministério russo, “Tóquio adotou uma postura antirrussa abertamente hostil” desde o início da ofensiva militar na Ucrânia. Na segunda-feira (25/4), a Rússia expulsou 40 funcionários diplomáticos alemães em uma ação de retaliação ao país. No começo de abril, a Alemanha tomou a mesma medida contra diplomatas russos. O governo russo disse que a decisão foi motivada pelo fato de a Alemanha ter declarado que os funcionários da embaixada russa em Berlim eram “indesejáveis” em 4 de abril.



Mais de 200 diplomatas russos foram expulsos de países europeus. Itália, França, Espanha, Suécia, Eslovênia e Dinamarca, por exemplo, aplicaram sanções diplomáticas desde o início de abril.A Rússia e a Ucrânia vivem um embate por causa da possível adesão ucraniana à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), entidade militar liderada pelos Estados Unidos.



Na prática, Moscou vê essa possibilidade como uma ameaça à sua segurança. Sob essa alegação, invadiu o país liderado por Volodymyr Zelensky, em 24 de fevereiro. A tensão no Leste Europeu voltou a subir após ao menos três ataques ucranianos contra o território russo. A escalada da violência também é influenciada pelo naufrágio do navio militar Moskva, maior embarcação de guerra russa no Mar Morto. A Ucrânia reivindicou o ataque.

Responsabilidade: Imagens, artigos ou vídeos que existem na web às vezes vêm de várias fontes de outras mídias. Os direitos autorais são de propriedade total da fonte. Se houver um problema com este assunto, você pode entrar em contato