-->

Notícias

28 janeiro 2022

Registrados casos 'inéditos' de orcas caçando baleias azuis na Austrália

Registrados casos 'inéditos' de orcas caçando baleias azuis na Austrália




As orcas são amplamente reconhecidas, a nível internacional, pelas suas elevadas capacidades de caça, que afetam inúmeras espécies marinhas. Porém, pela primeira vez, têm sido registados casos de orcas caçando o maior animal do planeta, a baleia azul.




Segundo um artigo publicado na revista científica Marine Mammal Science, ocorreram já três ataques separados ao largo da costa australiana desde 2019. De forma "brutal" e "coordenada", estas orcas acabariam matando e alimentando-se destas baleias azuis, de dimensões bastante superiores.

Anteriormente, tinham já sido relatados casos de orcas perseguindo esta espécie marinha em particular, capaz de atingir os 33 metros de comprimento. Porém, esta trata-se da primeira investigação a relatar a ocorrência de ataques mortais.

"Aqui fornecemos a primeira documentação sobre as baleias assassinas que matam e comem baleias azuis: dois indivíduos mortos, com 16 dias de intervalo em 2019, e um terceiro em 2021", revelaram os investigadores responsáveis pelo estudo. "Notavelmente, a primeira baleia capturada parecia ser um adulto saudável".

Todos os ataques ocorreram ao largo de Bremer Bay, na zona ocidental da Austrália, a um raio de 60 quilômetros da costa. E, de acordo com a pesquisa, foram testemunhados a partir de embarcações comerciais de observação de baleias.

Na perspectiva destes investigadores, estas descobertas são importantes para perceber a influência das orcas nas comunidades marinhas e como esta espécie pode afetar as populações de baleias azuis. Neste momento, estima-se existirem apenas entre 15 mil e 20 mil indivíduos desta espécie, número bastante inferior aos cerca de 300 mil existentes antes dos episódios recorrentes de caça à baleia.

Responsabilidade: Imagens, artigos ou vídeos que existem na web às vezes vêm de várias fontes de outras mídias. Os direitos autorais são de propriedade total da fonte. Se houver um problema com este assunto, você pode entrar em contato