-->

Notícias

14 dezembro 2021

Prefeitura mobiliza secretarias e órgãos para dar assistência às vítimas das chuvas

Prefeitura mobiliza secretarias e órgãos para dar assistência às vítimas das chuvas




A Prefeitura de Itabuna está mobilizada para dar assistência às vítimas das chuvas das últimas horas, por meio das secretarias de Segurança e Ordem Pública (Sesop), Promoção Social e Combate à Pobreza (Spscp), Saúde, Gestão e Inovação, Transportes e Trânsito, Infraestrutura e Urbanismo, Governo e Relações Institucionais e Comunicação. Até agora, os pontos mais críticos em decorrência da cheia do Rio Cachoeira estão na Rua de Palha e Bananeira, na zona oeste, e Vila da Paz, na zona leste, e no São Roque, por conta do Rio Água Branca.

Nas últimas 48 horas, segundo o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Itabuna teve índices de chuvas variando entre 28 milímetros, na estação hidrológica da Ponte Lacerda, de acesso ao São Caetano, a 85,59 e 79,87, no Centro e Bairro São Caetano, respectivamente. Já em Nova Ferradas, o índice alcançou 60,2 milímetros.

Na cidade, há ainda situação risco em áreas de encostas na Avenida Juracy Magalhães, no Alto Maron, bairros Maria Pinheiro e Castália. “A Defesa Civil vistoriou nas últimas horas todas as áreas em que há algum risco. Essa ação é rotineira, mas intensificada nos períodos chuvosos”, disse a secretária de Segurança e Ordem Pública, Mariana Alcântara, na reunião de emergência na tarde desta sexta-feira, dia 10, convocada pelo prefeito Augusto Castro (PSD), que depois visitou algumas áreas, acompanhado de secretários e o comando do 4º Grupamento de Bombeiros Militares.

Além dos técnicos da Diretoria de Defesa Civil da Sesop, também participou do encontro no Gabinete do Prefeito, o comandante do 4º GBM, tenente-coronel Manfredo Silva. Segundo ele, há muito tempo não houve registro do atual volume de chuvas que afetam a cidade. “As condições de evacuação das águas nas avenidas do Cinquentenário, Amélia Amado e Ilhéus foram boas. Estão secas e sem alagamentos ou obstruções, com vazão adequada, apesar do volume chuvas. Temos que chamar a atenção do que acaba de ser feito pela Prefeitura”, afirmou.

O prefeito Augusto Castro garantiu que a estrutura da Administração municipal está apta, já que há equipes de prontidão na Defesa Civil, secretarias de Promoção Social e Combate à Pobreza, Saúde e Infraestrutura e Urbanismo. Além disso, foi montado um Plantão Emergencial no Lactário Isolina Guimarães, no Bairro Zildolândia, próximo ao Centro de Cultura Adonias Filho, para receber doações de alimentos prontos e não perecíveis para famílias desalojadas ou desabrigadas pelas chuvas e cheias do Rio Cachoeira e Rio Água Branca;

Até às 20 horas desta sexta-feira, a Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps) registrava 148 pessoas desabrigadas, tendo 21 pessoas acolhidas na Igreja Assembleia de Deus de Madureira e 37 na Escola Leonor Pacheco, Rua de Palha, 54 na Escola Municipal Firmino Alves, no Bairro de Fátima, e 11 na Igreja Santa Gema, na Rua da Bananeira. Em todos os locais, serão distribuídos alimentos, água e colchonetes de acordo com a necessidade de cada um.

Responsabilidade: Imagens, artigos ou vídeos que existem na web às vezes vêm de várias fontes de outras mídias. Os direitos autorais são de propriedade total da fonte. Se houver um problema com este assunto, você pode entrar em contato