-->

Notícias

16 dezembro 2021

Homem que abusou de cadáveres em necrotério é condenado a prisão perpétua

Homem que abusou de cadáveres em necrotério é condenado a prisão perpétua




Um eletricista, que trabalhava num hospital, e que confessou ter abusado sexualmente de corpos que estavam no necrotério, foi condenado a uma pena de prisão perpétua.



David Fuller, de 67 anos, foi detido por ser suspeito de ter aproveitado o seu emprego como eletricista em um hospital, em Kent, no Reino Unido, para abusar sexualmente de dezenas de corpos.

O homem, que é também culpado de dois homicídios, foi acusado de 51 outras infrações, 44 delas relacionadas com os crimes cometidos em necrotérios.

Acredita-se que o homem tenha abusado de 101 corpos, dos quais 82 foram identificados. As vítimas tinham idades entre os 9 e os 100 anos e os crimes foram cometidos entre 2008 e 2020.

Responsabilidade: Imagens, artigos ou vídeos que existem na web às vezes vêm de várias fontes de outras mídias. Os direitos autorais são de propriedade total da fonte. Se houver um problema com este assunto, você pode entrar em contato