-->

Notícias

16 dezembro 2021

Em 11 meses, mais de 300 celulares são retirados de presídios baianos

Em 11 meses, mais de 300 celulares são retirados de presídios baianos






Mais de trezentos aparelhos celulares foram retirados dos presídios de Salvador e Região Metropolitana, entre o período de janeiro e novembro de 2021, durante ações preventivas e repressivas realizadas pelo Batalhão de Guardas (BG) da Polícia Militar e pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap).


De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), os aparelhos foram encontrados em celas durante revistas realizadas de forma conjunta entre a Polícia Militar, por meio da Companhia de Intervenção Prisional (Cirp) – responsável por atuar em ações que envolvam contato direto com os internos e os policiais penais. Os aparelhos lideram a lista de itens ilícitos localizados nos presídios.

O Complexo Penitenciário Lemos Brito, no bairro de Mata Escura, em Salvador, é a unidade que mais computa apreensões. Em seguida, vem o presídio de Lauro de Freitas.

Objetos cortantes como facas são o segundo tipo de materiais ilegais mais encontrados. Neste mesmo período, as equipes retiraram das celas 225 itens dessa categoria.

Responsabilidade: Imagens, artigos ou vídeos que existem na web às vezes vêm de várias fontes de outras mídias. Os direitos autorais são de propriedade total da fonte. Se houver um problema com este assunto, você pode entrar em contato