Em missa de Finados, papa Francisco pede fim das armas: ‘é a tragédia da guerra’




Nesta terça-feira (023), dia destinado a relembrar os mortos, o papa Francisco visitou um cemitério militar e pediu aos fabricantes de armas que “parem”, porque a guerra “engole os filhos da pátria”.




O papa celebrou uma missa no cemitério militar francês em Roma, na Itália, local de sepultamento de cerca de 1.900 soldados franceses e marroquinos mortos na Segunda Guerra Mundial.










“Hoje o sermão deve ser voltado para os túmulos: ‘Mortos para a França’; alguns têm nomes, outros não. Mas esses túmulos são uma mensagem de paz: “’Parem, irmãos e irmãs, parem! Parem, fabricantes de armas, parem […] Nem mesmo um nome. Mas no coração de Deus estão todos os nossos nomes. Esta é a tragédia da guerra. Mas lutamos o suficiente para que não haja guerras, para que não haja economias de países que se fortaleçam com a indústria de armas”, disse o papa.




Francisco afirmou ainda que aqueles que aqueles que morreram nas guerras, que precisaram defender sua pátria, valores e ideias são vítimas. Disse ainda ter certeza de que essas pessoas estão com Deus. (bahia.ba)
Pinterest

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Site Tribuna conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Site Tribuna um site de credibilidade!