Promotor do caso Madeleine está convencido que sequestrador estuprou e matou garota




O promotor alemão Hans Christian Wolters declarou que a investigação sobre o caso Madeleine McCann está convencida de que a menina desaparecida desde 2007 foi assassinada pelo suspeito Christian Brückner.



Brückner está preso em uma penitenciária de alta segurança no norte da Alemanha. Ele foi sido condenado por estuprar uma idosa norte-americana, em 2019. O caso aconteceu em 2005 e a vítima tinha 72 anos na época.



Investigações apontaram que o acusado morava em uma van estacionada perto da Praia da Luz, em Portugal, quando Madeleine desapareceu. Ele é tido como suspeito pelas polícias britânica e alemã desde 2017, mas isso só veio a público em junho.



Ao jornal Mirror, o promotor Hans Christian alegou que a investigação tem provas para acusar Brückner, mas admitiu que não há informações sobre como a menina tenha morrido. As apurações devem ser finalizadas em 2022.



Uma das provas que ligam o acusado ao desaparecimento de Madeleine McCann é a confissão que Brückner teria feito a um amigo e uma análise de um telefone indicando que ele estava no resort onde a criança foi vista pela última vez.
Pinterest

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Site Tribuna conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Site Tribuna um site de credibilidade!