Neto não teme União Brasil 'bolsonarista' e diz que 'fusão abre porta para insatisfeitos'




O presidente nacional do Democratas e ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, disse não temer que o União Brasil, partido derivado da fusão entre o DEM e o PSL, seja um reduto bolsonarista, ainda que o segundo tenha ganhado expressão com a eleição de Bolsonaro em 2018, e a legenda de Neto tenha apoiadores do presidente no Congresso.



Para Neto, o objetivo da união entre as siglas é "exatamente o oposto". "A gente nasce como um partido independente, porém, que tem como firme objetivo lançar uma candidatura própria a presidência da república no próximo ano. No primeiro momento, logo depois da fusão, aqueles parlamentares que não estiverem satisfeitos com a linha do partido e as diretrizes políticas do partido, vão ter liberdade para poder sair. A fusão abre a porta para os insatisfeitos deixarem o partido", comentou Neto em entrevista para o site UOL, na manhã desta segunda-feira (4).



"A gente entende inclusive que muitos quadros que se pode chamar 'bolsonaristas' mais radicais vão acabar deixando o partido, acompanhando o presidente no partido no qual ele se filiar", acrescentou o presidente do DEM, que deve ocupar o cargo de secretário-geral do União Brasil quando a fusão se concretizar.
Pinterest

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Site Tribuna conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Site Tribuna um site de credibilidade!