Idosa de 93 anos é velada viva por oito horas em Mato Grosso




Carolina Lopes de Almeida, de 93 anos, estava sendo velada na última sexta-feira (8), em Guiratinga (MT), quando familiares desconfiaram da morte da idosa ao notar que seu corpo permanecia quente. Para sanar a dúvida, os parentes decidiram chamar um médico, que constatou que, de fato, a mulher continuava com sinais vitais. As informações são do portal G1.

Nó início, a família e os amigos de Caluzinha, como era carinhosamente chamada, pensaram que seu corpo permanecia quente devido ao calor que fazia na cidade. Após o médico ser acionado e confirmar que ela estava com sinais vitais, a idosa foi logo encaminhada ao Hospital Oswaldo Cruz. Instantes depois da chegada à unidade hospitalar, Caluzinha voltou a ser diagnosticada como morta.



No dia seguinte, ela foi de novo velada pelos entes queridos e, posteriormente, sepultada.

Abalados, os familiares preferem não dar mais detalhes sobre o ocorrido e tampouco disseram qual foi a causa da morte.

O hospital que deu a notícia do óbito pela primeira vez decidiu não ser pronunciar sobre o caso.
Pinterest

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Site Tribuna conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Site Tribuna um site de credibilidade!