Gasolina é vendida por até R$ 7,469 o litro no Brasil; veja ranking nacional




O litro da gasolina chegou ao pico de R$ 7,469 no Brasil, registrado no Rio Grande do Sul, e treze Estados tiveram preços máximos do derivado do petróleo maiores ou iguais a R$ 7,00. A informação é da Pesquisa Semanal de Preços da Agência Nacional de Petróleo (ANP).

A Bahia é o 17º no ranking nacional. Há localidade na Bahia onde se encontra, de acordo levantamento da ANP, o combustível a R$ 5, 89 o litro. Em Porto Seguro os preços variam entre R$6,59 a R$ 6,89 o litro

Os preços médios encontrados, contudo, colocam o Rio Grande do Norte como o Estado com o litro mais caro – a R$ 6,948.

O Estado onde o menor preço para o litro da gasolina foi encontrado é São Paulo – de R$ 5,089. Neste quesito, a Bahia ocupa a 5ª posição, com o litro mais barato do derivado do petróleo registrado a R$ 5,89. O Rio Grande do Sul é o estado onde foi registrado o maior preço para o litro do combustível – R$ 7,469.

Confira o ranking por unidade da federação

Rio Grande do Sul

Preço médio – R$ 6,65

Preço mínimo – R$ 5,999

Preço máximo – R$ 7,469



Rio de Janeiro
Preço médio – R$ 6,914

Preço mínimo – R$ 6,199

Preço máximo – R$ 7,399



Acre

Preço médio – R$6,732

Preço mínimo – R$6,51

Preço máximo – 7,3



Piauí

Preço médio – R$ 6,905

Preço mínimo – R$ 6,099

Preço máximo – R$ 7,159



Ceara

Preço médio – R$ 6,599

Preço mínimo – R$ 5,95

Preço máximo – R$ 7,1



Minas Gerais

Preço médio – R$ 6,603

Preço mínimo – R$ 6,239

Preço máximo – R$ 7,099



Paraná

Preço médio ­– R$ 6,101

Preço mínimo – R$ 5,829

Preço máximo – R$ 7,09



Mato Grosso

Preço médio – R$ 6,403

Preço mínimo – R$ 6,099

Preço máximo – R$ 7,047



São Paulo

Preço médio – R$ 6,023

Preço mínimo – R$ 5,089

Preço máximo – R$ 6,999



Alagoas

Preço médio – R$ 6,313

Preço mínimo – R$ 6,09

Preço máximo – R$ 6,999



Goiás

Preço médio – R$ 6,713

Preço mínimo – R$ 6,29

Preço máximo – R$ 6,999



Distrito Federal

Preço médio – R$ 6,586

Preço mínimo – R$ 6,429

Preço máximo – R$ 6,999



Rio Grande do Norte

Preço médio – R$ 6,948

Preço mínimo – R$ 6,79

Preço máximo – R$ 6,999



Pernambuco

Preço médio – R$ 6,317

Preço mínimo – R$ 5,94

Preço máximo – R$ 6,979



Pará

Preço médio – R$ 6,341

Preço mínimo – R$ 6,07

Preço máximo – R$ 6,95



Amazonas

Preço médio – R$ 6,307

Preço mínimo – R$ 6,25

Preço máximo – R$ 6,95



Bahia

Preço médio – R$ 6,264

Preço mínimo – R$ 5,89

Preço máximo – R$ 6,899



Tocantins

Preço médio – R$ 6,556

Preço mínimo – R$ 6,35

Preço máximo – R$ 6,799



Rondônia

Preço médio – R$ 6,397

Preço mínimo – R$ 6,049

Preço máximo – R$ 6,76



Espírito Santo

Preço médio – R$ 6,41

Preço mínimo – R$ 6,15

Preço máximo – R$ 6,699



Sergipe

Preço médio – R$ 6,404

Preço mínimo – R$ 6,24

Preço máximo – R$ 6,699



Mato Grosso do Sul

Preço médio – R$ 6,231

Preço mínimo – R$ 5,999

Preço máximo – R$ 6,66



Paraíba

Preço médio – R$ 6,197

Preço mínimo – R$ 6,079

Preço máximo – R$ 6,589



Santa Catarina

Preço médio – R$ 6,141

Preço mínimo – R$ 5,399

Preço máximo – R$ 6,559



Maranhão

Preço médio ­– R$ 6,218

Preço mínimo – R$ 6,11

Preço máximo – R$ 6,399



Roraima

Preço médio – R$ 5,973

Preço mínimo – R$ 5,91

Preço máximo ­– R$ 5,99



Amapá

Preço médio – R$ 5,511

Preço mínimo – R$ 5,46

Preço máximo – R$ 5,83

Fonte: O Tempo
Pinterest

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Site Tribuna conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Site Tribuna um site de credibilidade!