Presidente do TSE lembra 11 de setembro e diz que não se impõe democracia com "tropas, mísseis e tanques"




O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso usou suas redes sociais neste sábado (11) para lembrar dos atentados às torres gêmeas do World Trade Center, que completam 20 anos, e defender que não se leva "democracia a nenhum lugar do mundo com tropas, mísseis e tanques".

Na publicação, Barroso descreveu os atentados terroristas como "triste momento da história recente". "Educação, cultura e justiça são as armas certas", concluiu.


A fala do presidente da corte - que também integra o quadro do Supremo Tribunal Federal (STF) - acontece ainda após semana marcada por mais um capítulo da conflituosa relação entre Executivo e o Judiciário, com atos antidemocráticos no 7 de setembro e participação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Após sugerir que a Suprema Corte precisava se "enquadrar", e chamar o Alexandre de Moraes, ministro do STF, de “canalha”, na última quinta-feira (9), Bolsonaro publicou uma nota redigida com a ajuda do ex-presidente Michel Temer dizendo, entre outras coisas, que suas palavras, "por vezes contundentes, decorreram do calor do momento".
Pinterest

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Site Tribuna conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Site Tribuna um site de credibilidade!