OMS monitora nova variante 'Mu' da Covid-19, identificada inicialmente na Colômbia




Uma nova variante do coronavírus foi classificada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como “de interesse”. Identificada pela primeira vez na Colômbia, a nova cepa foi batizada de “Mu”. De acordo a OMS, os riscos impostos por variantes do SARS-CoV-2 vem sendo monitorados, levando em conta a evolução do vírus e mudanças epidemiológicas.



Com base nas últimas investigações, a OMS classificou a variante B.1.621 como sendo de interesse e ganhou o nome de “Mu”, por ter “uma constelação de mutações que indicam potencial de escape imunológico”.



A informação divulgada no site das Nações Unidas destaca que já foram registrados casos em países da América do Sul e também da Europa. Até o fim de agosto, tinham sido identificadas 4,5 mil sequências.



Segundo a OMS, a prevalência global da variante Mu é abaixo de 0,1%, mas tem aumentado de forma considerável na Colômbia, com 39% de prevalência, e no Equador, com 13%.



Ainda conforme as Nações Unidas, mais estudos são necessários para entender as características clínicas desta variante. A OMS vai continuar monitorando a epidemiologia na América do Sul, em especial a cocirculação com a variante Delta.
Pinterest

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Site Tribuna conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Site Tribuna um site de credibilidade!