Fusão entre DEM e PSL deve ficar para outubro




Prevista para essa semana, o anúncio da fusão entre o DEM e PSL deve acontecer até outubro, segundo informações do site Poder 360. Ainda de acordo com a publicação, advogados do dois partidos já estudam a compilação dos seus estatutos.



São esperados para os próximos dias os resultados de uma pesquisa sobre possíveis nome, marca, número e outros aspectos da identidade da nova legenda. O número 25 na urna deve ser mantido, já que o 17 ficou muito identificado com Bolsonaro e será descartado. O presidente do PSL, Luciano Bivar, deverá presidir a nova sigla, enquanto o presidente do DEM, ACM Neto, deve assumir a secretaria-geral.



A fusão vai formar o maior partido do Congresso Nacional. Hoje, o PSL tem 53 deputados e DEM, 28. Somados, são 81. No Senado o DEM tem sete representantes e o PSL uma. Porém, até as eleições de 2022, a nova sigla deve sofrer perdas, já que democratas perderão espaço para pesselistas quando a fusão estiver concluída. Além disso, cerca de metade da bancada do PSL é fiel ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e deve embarcar na legenda em que ele se filiar.



A estimativa de caciques do partido ouvidos pela reportagem é de que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) levará de 3 a 4 meses para a homologação. A nova legenda precisará desse “ok” até abril para poder disputar as eleições de 2022. Se estiver homologado até fevereiro, terá mais facilidade para conseguir novos filiados na janela partidária que abre em março.
Pinterest

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Site Tribuna conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Site Tribuna um site de credibilidade!