Deputados cassados por corrupção recebem aposentadoria de até R$ 23 mil pela Câmara




A Câmara dos Deputados desembolsa, mensalmente, R$ 133.312,62 em pagamentos de aposentadoria para nove ex-deputados federais que tiveram mandatos cassados por envolvimento em esquemas de corrupção ou improbidade administrativa. O levantamento foi feito pelo Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias, e aponta que três estavam envolvidos no Mensalão – esquema de compra de votos no Parlamento durante o governo Lula – e três no esquema dos Anões do Orçamento, que flagrou desvio de recursos da União. Os outros três foram cassados por improbidade administrativa ou irregularidades em campanhas eleitorais.

Dados foram levantados pelo Metrópole junto ao Portal da Transparência

O pagamento, no entanto, não é ilegal. O benefício é abastecido com contribuições dos próprios parlamentares e parte com dinheiro público. Ainda de acordo com o levantamento, os valores pagos vão de R$ 8.778,38 a R$ 23.344,70. Atualmente, o teto do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é de R$ 6.433,57. Cassado em setembro de 2005 por envolvimento no Mensalão, o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, recebe o maior valor entre os deputados cassados. Ele foi condenado em 2012 a mais de sete anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. (Bahia Notícias)
Pinterest

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Site Tribuna conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Site Tribuna um site de credibilidade!