Isaquias rema 'com raiva' e leva ouro para a Bahia e para o Brasil em Tóquio




Ninguém foi capaz de superar Isaquias Queiroz na Olimpíada de Tóquio. Com o tempo de 4min04s408, o baiano remou, como ele mesmo prometeu, "com raiva" para a medalha de ouro da prova do C1 1000 metros da canoagem velocidade, chegando mais de um segundo à frente do segundo colocado, o chinês Hiu Lao. Serghei Tarnovschi, da Romênia, completou o pódio.



O canoísta chega a sua quarta medalha olímpica. Na Rio-2016, ele ficou com duas pratas e um bronze (no C1 200 metros). Dessa vez, optou por disputar apenas duas provas: o C1 1000 metros e o C2 1000 metros. Neste último, ficou em quarto lugar, ao lado do parceiro Jacky Godman.



Essa é a segunda medalha da Bahia nos Jogos Olímpicos, ambas de ouro. A outra foi conquistada pela maratonista aquática Ana Marcela Cunha (veja aqui). Na madrugada deste sábado (7), o estado terá Hebert Conceição o representando no boxe, na grande final da categoria peso-médio (até 75 quilos), contra o ucraniano Oleksandr Khyzhniak. A luta começa às 2h45.



Mais tarde, às 8h30, Daniel Alves entra em campo com a seleção masculina de futebol, buscando o título olímpico contra a Espanha, em mais uma final.
Pinterest

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Site Tribuna conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Site Tribuna um site de credibilidade!