TJ-BA determina prisão preventiva de 11 denunciados por execução de tio e sobrinho




A Justiça da Bahia recebeu a denúncia apresentada pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) do Estado e decretou a prisão de 11 denunciados por envolvimento nas mortes de Bruno Barros da Silva, de 29 anos e do sobrinho, Yan Barros da Silva, de 19 anos, no dia 26 de abril.

Na decisão, publicada na última quarta-feira (14), a juíza Gelzi Almeida Souza decretou a prisão preventiva dos denunciados Agnaldo Santos de Assis, Cláudio Reis Novais, Cristiano Rebouças Simões, Victor Juan Caetano Almeida, David de Oliveira Santos, Francisco Santos Menezes, Lucas dos Santos, João Paulo Souza Santos, Alex de Oliveira Santos, Janderson Luís Silva de Oliveira e Rafael Assis Amaro Nascimento.

Segundo o órgão, Bruno e Yan foram detidas por furto de carnes do supermercado Atacadão Atakarejo, no bairro de Amaralina, e no interior da unidade foram entregues por seguranças a traficantes para execução.

Para Ellyjorge Santos de Lima e Michel da Silva Lins foram aplicadas medidas cautelares de comparecimento em juízo mensalmente, proibição de contato com familiares das vítimas e testemunhas do processo, além da proibição de sair da comarca de Salvador sem autorização judicial. No documento, a juíza aponta que as medidas cautelares são cabíveis em crimes cuja pena seja menor a quatro anos, como em caso de ocultação de cadáver, com pena de reclusão de um a três anos e multa.
Pinterest

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Site Tribuna conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Site Tribuna um site de credibilidade!