"Reafirmo o sacramento de que o PP terá independência", diz Cacá Leão sobre eventual ida de Bolsonaro para legenda




O líder do PP na Câmara dos Deputados, Cacá Leão (PP), afirmou na manhã desta sexta-feira (23) que o PP nacional não tem interferência alguma nas decisões da política estadual da legenda na Bahia. Atualmente, o partido faz parte da base do governador Rui Costa (PT) ao lado de PSD, PSB e entre outros.

A notícia de que o presidente nacional da legenda, o senador Ciro Nogueira, foi confirmado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na Casa Civil de seu governo tem gerado expectativa a respeito de eventuais repercussões na política local.

Também nesta manhã, o deputado federal Marcelo Nilo (PSB), por exemplo, disse acreditar que Bolsonaro deve se filiar ao PP, e confabulou sobre eventuais consequências do presidente disputar a reeleição pelo partido.

"Reafirmo o sacramento de que o PP terá independência mesmo que isso venha a acontecer. Acho que isso não está sendo discutido ainda, a filiação do presidente Bolsonaro. Mas o PP da Bahia terá autonomia e independência", garantiu Cacá.

"O PP sempre respeitou os espaços nos Estados. Foi assim em todas as eleições desde que entrei na política, e não será diferente nessa. O que o PP da Bahia vem buscando é a viabilização da candidatura do vice-governador João Leão dentro do seu hall de alianças", continuou.

O parlamentar conta que ainda não conversou com Nogueira sobre o tema, mas avaliou que também não seria necessário.

Em entrevista ao BNews, o parlamentar recordou que em 2018, apesar do PP ter indicado a vice da chapa encabeçada por Geraldo Alckmin (PSDB), o braço da legenda no Estado não sofreu interferências ao decidir apoiar a reeleição de Rui Costa.

Quanto ao anúncio de que o presidente nacional do PP assumirá a Casa Civil, Cacá avaliou que a notícia "vem em um momento que o País está precisando". "Competência ele tem de sobra. Articulação política ele sabe fazer como ninguém. Acho que ele vai ajudar bastante o Brasil caso se confirme a sua indicação", elogiou.

O jornal O Globo noticiou nesta sexta que Nogueira embarcará no governo Bolsonaro com as missões imediatas de ajudar a quebrar resistências à indicação do advogado-geral da União, André Mendonça, ao Supremo Tribunal Federal (STF) no Senado, e costurar uma solução para o fundo eleitoral que financiará campanhas de 2022.

O deputado baiano acrescenta que não conversou com Nogueira desde o anuncio e disse que o senador está fora do País. "Ele recebeu "Ele está retornando ao Brasil na segunda-feira para sentar com o presidente e aceitar o convite se for da sua vontade", contou à reportagem.

O ministro da Casa Civil, entre outras atribuições, cuida da articulação política de um governo com o Legislativo.

*O repórter viajou para Itaberaba a convite do Governo do Estado


Pinterest

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Site Tribuna conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Site Tribuna um site de credibilidade!