Após ofensa de Bolsonaro, Barroso responde nas redes e cita livro sobre ditatura




Após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltar a atacar o ministro do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso, nesta sexta-feira (9), o ministro contra-atacou. Em suas redes sociais, Barroso direcionou aos seus seguidores uma série de dicas, entre elas, um livro relacionado à ditadura.



"Um livro: A ditadura escancarada, Elio Gaspari. Um pensamento: 'Quando um homem de bem responde um insulto com outro insulto, ele permite que o mal vença. Não é preciso responder. O mal consome a si mesmo'. Uma música: Cálice", escreveu o ministro.



Barroso já havia se manifestado sobre as acusações e ataques feitos pelo presidente em nota oficial. No documento, o TSE destaca que desde a implantação das urnas eletrônicas, em 1996, “jamais se documentou qualquer episódio de fraude” e defendeu que “o sistema não só é íntegro como permitiu a alternância no poder” (relembre aqui).
Pinterest

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Site Tribuna conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Site Tribuna um site de credibilidade!