Queiroga diz que cloroquina não tem utilidade contra a COVID-19 mas se nega a retirar nota que recomenda seu uso




247 - O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, em depoimento na CPI da Covid no Senado nesta terça-feira (8), admitiu que a cloroquina não tem eficácia comprovada contra a Covid-19.


"Essas medicações não têm eficácia comprovada. Esse assunto é um motivo de deliberação da Conitec. Para mim, esse tratamento não tem eficácia e ponto final", disse o ministro, que havia evitado se posicionar sobre o medicamento em seu último depoimento.

No entanto, Queiroga buscou justificar a permanência no site do Ministério da Saúde de uma nota técnica que recomenda o medicamento.


Segundo ele, a nota faz parte da "história" do Ministério da Saúde e, por isso, não deve ser tirada do ar. Ele disse não acreditar que a permanência da recomendação influencie o uso do medicamento.

"A nota informativa perdeu seu objeto. A nota não é protocolo, é informação de dose, perdeu objeto porquanto a Conitec está elaborando protocolo. Ela não é ato administrativo e não cabe revogação. Ela apenas está no site porque faz parte da história desse enfrentamento à pandemia. Ela faz parte da história", justificou Queiroga.
Compartilhe no Google Plus

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!