Francês morre de covid no presídio de Ilhéus; 7 estão doentes



Remi Alfred Cohen, um francês de 51 anos de idade que estava preso no presídio Ariston Cardoso, em Ilhéus, morreu ontem (quinta, 17) com suspeita de covid-19. Segundo informações da direção do presídio, Remi apresentava sintomas de covid-19 e foi colocado numa área de isolamento. Na noite de ontem ele teria sentido uma forte dor no peito e veio a óbito. A morte por infarto fulminante não foi descartada pela equipe médica, que também aguarda o resultado da testagem para covid. Remi Alfred estava preso em Ilhéus há cerca de 4 meses, após ser detido em Itacaré. Ele era acusado de tráfico internacional de drogas, sendo procurado pela Interpol. De acordo com a polícia, Remi comprava maconha na Espanha e revendia na França. O detento aguardava a extradição para França. Com uma população carcerária de 120 detentos, o presídio Ariston Cardoso já registrou 7 casos de covid-19 desde o início da pandemia. Segundo o Tenente Coronel da PM e diretor da unidade, Gustavo Rebouças, um dos prisioneiros falecidos contraiu a doença após fazer uma cirurgia no Hospital Costa do Cacau, onde veio a óbito. Questionado pelo BG, o diretor afirmou que não houve testagem em massa no presídio, exceto nos casos já confirmados.
Pinterest

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Site Tribuna conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Site Tribuna um site de credibilidade!