Bahia registra maior número de novos casos da Covid-19 dos últimos 11 meses




A Bahia registrou, nesta quarta-feira (9), seu maior número de novos casos da Covid-19 dos últimos 11 meses, conforme dados publicados pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesab). Foram 6.733 novas contaminações nas últimas 24 horas, ficando abaixo apenas dos 8.822 diagnósticos notificados no dia 27 de junho de 2020, o recorde da pandemia no estado.





A quantidade de mortes registrada nesta quarta também foi elevada, chegando a 125, a maior no estado desde o dia 27 de maio. No total, desde o início da pandemia, a Bahia acumula 1.048.084 casos confirmados da Covid-19 e 22.064 óbitos em decorrência da doença.



Os casos ativos do novo coronavírus, em todo o estado, somam 13.662, de acordo com a Sesab. Os 10 municípios baianos com mais contaminados, no momento, são Salvador (1.771), Feira de Santana (454), Paulo Afonso (350), Vitória da Conquista (338), Guanambi (326), Itabuna (263), Barreiras (259), Lauro de Freitas (210), Ribeiro do Pombal (199) e Santo Antônio de Jesus (179).



OCUPAÇÃO DAS UTIS

O número de pacientes internados com casos graves da Covid-19 é de 1.364, segundo a Sesab, sendo 1.339 adultos e 25 crianças. A taxa de ocupação das UTIs é de 84% entre as regulares e 71% no caso das pediátricas.



De acordo com o Sistema Estadual de Regulação, às 12h desta quarta (9), 147 pacientes adultos aguardavam transferência para UTIs na Bahia, enquanto outras 94 pessoas com Covid-19 esperavam uma vaga em um leito clínico próprio para o tratamento da doença.
Compartilhe no Google Plus

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!