Alexandre Garcia fica mudo e ameaça deixar CNN após confronto sobre decreto de Bolsonaro




O jornalista Alexandre Garcia não gostou de ser questionado sobre um possível "decreto" do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para contrapor políticas de restrições de estados e municípios durante sua participação no telejornal Novo dia, da CNN Brasil, desta quinta-feira (6).



Comandado pelo âncora Rafael Colombo, o Garcia defendeu em seu quadro Liberdade de Opinião que o gestor político tem "todo o direito" de lançar este decreto de restrições para o controle do coronavírus. Para o veterano, a ação "está na Constituição" e, se ele o fizer, deverá ser cumprido.



Neste momento, Colombo perguntou: "E a proteção à vida (que é o objetivo dos governadores)? Também não está na Constituição?". O ex-global ficou mudo e aparentou indignação. O âncora chegou a pensar que estava tendo algum problema técnico na transmissão. Então, após silêncio, Garcia falou: "Não estou sendo entrevistado".



Rafael então seguiu com a atração e disse que ambos seguiram falando sobre o assunto no dia seguinte, pois não tinham mais tempo. Garcia argumentou alegando que "não sabia" se voltará na próxima sexta-feira (7). Ao Uol, a CNN Brasil informou, por meio da assessoria, que ainda está apurando o episódio. 
Pinterest

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Site Tribuna conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Site Tribuna um site de credibilidade!