Navio que encalhou no Canal de Suez está parado novamente




O navio Ever Given, que bloqueou o Canal de Suez por quase uma semana, em março, está novamente parado na hidrovia. O motivo, desta vez, é que as autoridades do canal buscam uma indenização de US$ 916 milhões contra o proprietário japonês do navio.



Segundo o Globo, o porta-contêiner, de propriedade de Shoei Kisen, está estacionado em um lago que separa duas seções do canal, desde que foi desencalhado em 29 de março. Na semana passada, dias após o fim do engarrafamento de navios no Canal de Suez, a travessia no canal foi novamente interrompida por "cerca de dez minutos'' após um o navio petroleiro M/ T Rumford apresentar problema no motor.



Fontes da Autoridade do Canal de Suez (SCA), que não quiseram ser identificadas, disseram que uma ordem judicial havia sido emitida para que o navio fosse detido. As negociações sobre o pedido de indenização ainda estavam em andamento, segundo uma das fontes.



A UK Club, a seguradora de proteção e indenização (P&I) para o Ever Given, declarou que o pedido do canal inclui US$ 300 milhões como "bônus de salvamento" e outros US$ 300 milhões para "perda de reputação".



"Apesar da magnitude da reclamação, os proprietários e suas seguradoras têm negociado de boa fé com a SCA", disse o UK Club, em um comunicado.
Compartilhe no Google Plus

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!