Dados roubados de meio bilhão de usuários do Facebook vazam na internet




Cerca de 533 milhões de dados de usuários do Facebook foram roubados e vazados na internet por um hacker, segundo Alon Gal, chefe de tecnologia da Hudson Rock, companhia de inteligência digital.

O vazamento incluiu números de telefone, nomes completos, localizações, datas de nascimento, biografias e, em alguns casos, até mesmo o e-mail das pessoas.

O criminoso, que não seria um hacker de conhecimento "muito avançado", conseguiu dados de pelo menos 100 países, sendo que 32 milhões de usuários são dos Estados Unidos e outros 11 milhões do Reino Unido. No Brasil foram mais de 8 milhões de vazamentos.

Em seu perfil no Twitter, Gal, que descobriu o vazamento neste sábado (3), afirmou que "uma base de dados desse tamanho contendo informações privadas pode fazer com que várias pessoas tirem vantagem dos dados para performar crimes de engenharia social ou tentativas de hacking".

A CNN entrou em contato com o Facebook, e, segundo um porta-voz, "os dados são antigos, fruto de uma vulnerabilidade que encontramos e corrigimos em 2019".

CNN BRASIL
Pinterest

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Site Tribuna conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Site Tribuna um site de credibilidade!