Programa de rádio Trocando Em Miúdos surpreende por entrar em temas relevantes que ficavam escondidos




O novo programa do rádio ibicaraiense sobre assuntos políticos tem muito para ser recusado pelo ouvinte que quer ser informado de forma transparente. Mas vem surpreendendo justamente por conseguir ser diferente.
Um dos apresentadores é Pedro Paulo, um profissional que já tem vivência em outros programas e contribui para o equilíbrio e segurança da transmissão.
O outro apresentador é Klaus Farias, um político que se candidatou a prefeito na última eleição, foi vereador e já pulou de galho em galho ao lado da maioria dos grupos políticos do município. Por causa disso, o programa não tem como se declarar independente, se é que isso existe ou importa.
A primeira semana do programa surpreendeu justamente por levar ao ar assuntos que os ibicaraienses só conseguem ter alguma informação nas conversas de esquinas e pelas redes sociais. E fez isso sem cair no humor exagerado e sem fazer ataques verbais desnecessários.
Klaus Farias tem um passado na política, está presente na arena pública como oposição à atual administração e tem interesses objetivos no futuro da política ibicaraiense.
Esse é um viés claro que o ouvinte deve ter em conta ao ouvir as informações e opiniões do programa. E esse viés deve prejudicar a convicção de Klaus em defender algumas posições, porque pode ser confrontado justamente pelo que fez ou deixou de fazer em seu histórico na política.
Mas, na primeira semana, o programa, levado ao ar às 18h30 pela rádio Palestina FM, fez o que outros programas, alguns declarados como independentes, não vêm fazendo. O Trocando em Miúdos falou de temas que outros programas, sabe-se lá por quê, não tocaram ou só abordaram de maneira muito leve. (Talvez pela tóxica autocensura por interesses comerciais?)
Por exemplo, o programa trouxe à pauta a suposta possibilidade de a prefeita Monalisa Tavares indicar uma das próprias filhas como secretária municipal. O programa também trouxe a público a saída de Vanessa do Posto do governo municipal e a relação desse fato com uma licitação de compra de combustíveis.
Outro ponto positivo do programa é conseguir contextualizar decisões da Câmara Municipal de maneira didática para o ouvinte, muitas vezes em tempo real, no exato momento em que os vereadores estão decidindo.
O ouvinte precisa prestar atenção, a partir de agora, é em como o programa vai tratar de assuntos de interesse político de Klaus Farias e dos grupos locais e estaduais que cercam o ex-candidato.
O conhecimento de Klaus Farias sobre política nacional, legislação eleitoral e ainda negociações e tramitações legislativas pode se tornar o ponto alto do programa se esses conteúdos forem abordados de forma clara para o ouvinte ibicaraiense.
O programa ainda não passou pelo teste das entrevistas, que é a maior deficiência de alguns programas de rádio do município, que se preocupam mais em agradar aos entrevistados do que em gerar informações relevantes a partir de perguntas e réplicas que de fato interessam aos ouvintes e à comunidade.
Apesar de todas essas ressalvas, o programa Trocando em Miúdos tornou-se uma fonte importante de debate de assuntos que estavam sendo ignorados pelo rádio ibicaraiense. Pelo menos, até o momento, é um programa para ser ouvido como boa fonte de informação.

Grupo Ibicaraí no Facebook
José Nilton Calazans
Compartilhe no Google Plus

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!