Ivermectina não é indicada para tratar ou prevenir Covid-19, alerta FDA




O uso de ivermectina não é recomendado para o tratamento ou prevenção da Covid-19. O alerta foi feito nesta quarta-feira, pela agência sanitária dos Estados Unidos, a FDA - sigla em inglês.



O comunicado indica que o vermífugo só tem eficácia em doses muito específicas para alguns vermes parasitas. Pessoas com piolho e doenças como a rosácea, por exemplo, utilizam fórmulas aplicadas diretamente na pele.



Entre os sintomas que podem ocorrer em caso de administração sem receita do medicamento, estão vômitos, náuseas, diarreia, queda de pressão, reações alérgixas, tonturas, problemas de equilíbrio, convulsões, coma e até mesmo a morte.



A agência alerta que tomar grandes doses desse medicamento é perigoso e pode causar sérios danos à saúde como náuseas, vômitos, diarreia, queda de pressão, reações alérgicas (coceira e urticária), tonturas, ataxia (problemas de equilíbrio), convulsões, coma e até mesmo a morte. Quando ministrado com outros medicamentos, como anticoagulantes, a ivermectina pode afetar a eficácia destes.



Vale lembrar que doses concentradas de ivermectina normalmente são usadas para animais que pesam uma tonelada ou mais, e podem ser tóxicas em humanos. O documento da FDA reforça que a transmissão do novo coronavírus pode ser reduzida com uso de máscara, distanciamento social, higienização das mãos e evitar aglomerações.
Compartilhe no Google Plus

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!