Ex-presidente da França, Nicolas Sarkozy é condenado por corrupção e tráfico de influência




O ex-presidente da França, Nicolas Sarkozy, foi condenado a três anos de prisão nesta segunda-feira (1º). Ele é acusado de corrupção e tráfico de influência.





Como conta o G1, a condenação foi definida em um processo de suborno de um juiz. Sarkozy teria subornado o magistrado em troca de informação privilegiada sobre uma investigação de sua campanha presidencial.



O Tribunal Correcional de Paris decidiu isentar os dois primeiros anos da pena e o terceiro pode ser convertido em prisão domiciliar ou vigilância com uso de tornozeleira eletrônica. Mas Sarkozy ainda pode recorrer.



Além dele, seu advogado, Thierry Herzog, e o juiz Gilbert Azibert, com quem o ex-presidente teria buscado informações, foram condenados.



O caso começou a ser investigado em 2014, quando a polícia obteve acesso a conversas entre Sarkozy e Herzog. Na sentença, o crime é visto como "gravidade particular", já que ele "usou seu cargo e seus relacionamentos" para "seu interesse pessoal".



Além disso, os problemas de Sarkozy com a Justiça não se resumem a essa condenação. De acordo com a publicação, há duas semanas, foi aberto um processo por irregularidades no financiamento da campanha dele à Presidência da França, em 2012.
Compartilhe no Google Plus

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!