Neto diz que trabalhará para que maioria do DEM faça oposição a Bolsonaro




Após a nomeação confirmar a ida do deputado João Roma (Republicanos-BA) como ministro da Cidadania, o presidente nacional do DEM, ACM Neto (BA), afirmou a aliados que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ganhou um inimigo. De acordo com a coluna Painel, da Folha, Neto garantiu que irá atuar para levar a maioria do partido para a oposição ao mandatário.



Neto havia pedido tanto ao Planalto como ao deputado que ele não virasse ministro. Depois da operação fracassada, a ira do dirigente do DEM é tanta que ele disse a pessoas próximas que trabalhará para demitir indicados por Roma a cargos em Salvador. Logo após a nomeação, o democrata classificou o fato como “lamentável” (reveja).



De acordo com a coluna, Neto ainda prometeu fazer questão de minar o capital político que seu ex-chefe de gabinete tem na Bahia.



Aliados do ex-prefeito reclamam de Onyx Lorenzoni (DEM-RS), agora na Secretaria-Geral da Presidência. Dizem que ele pressionou Bolsonaro pela nomeação de Roma. Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), por sua vez, foi poupado. Parlamentares dizem que ele de fato atuou pelo presidente do DEM.
Compartilhe no Google Plus

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!