Depois da Mercedes e Ford, Audi suspende produção de carros no Brasil




Depois da Mercedes e Ford, é a vez da Audi interromper sua linha de montagem no Brasil. A diferença é que, ao contrário das rivais, a marca do Grupo Volkswagen trata o ocorrido como uma suspensão, e não um encerramento definitivo da produção nacional. Ao menos por enquanto.


A fabricante já tinha confirmado o fim da produção do A3 Sedan em dezembro e a retirada do modelo no site da marca oficializou a saída do carro no mercado. Em nota, a Audi explica que aguarda uma decisão externa e a entrega do dinheiro do IPI por parte do governo para confirmar um novo produto para ser montado em São José dos Pinhais (PR).



“Boa parte dessa decisão passa pela definição do que irá ocorrer com os créditos de IPI acumulados durante os anos de Inovar-Auto e que não foram integralmente devolvidos”, explica a Audi. Segundo a empresa, o governo deve R$ 289 milhões às três alemãs premium que abriram linhas de montagem no país. O valor se refere a benefícios oferecidos pelo governo em troca da produção nacional de carros da Audi, BMW e Mercedes.


A empresa afirma que fez “todos os estudos necessários para trazer um novo modelo para a nossa linha de produção”, indicando que a decisão final caberá à matriz, levando em conta fatores locais, incluindo o imbróglio do IPI. (Autoesporte | Globo)
Compartilhe no Google Plus

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!