Variante brasileira da Covid pode se tornar 'mais dominante', diz principal cientista dos EUA




A nova variante do novo coronavírus, identificada pela primeira vez no Brasil e chamada P.1, pode se tornar mais "dominante". O alerta partiu do diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos e principal cientista do país no combate ao coronavírus, o médico Anthony Fauci. 



Nesta segunda-feira (25) a variante foi identificada pela primeira vez nos Estados Unidos. O paciente é do estado do Minnesota e tinha visitado o Brasil recentemente, traz reportagem da CNN Brasil.



"Se ela (a variante) tem a capacidade de se espalhar de maneira mais eficiente, é provável que se torne cada vez mais dominante, mas temos que esperar para ver", disse Fauci em uma entrevista à CNN americana na noite de segunda-feira.



De acordo com o especialista, ele e a equipe estão "prestando muita atenção" a essa nova variante, bem como a uma cepa também encontrada recentemente na Califórnia.



Ele ainda destaca que até recentemente, não se tinha uma vigilância genômica abrangente, mas o CDC vem aumentando a capacidade de testar novas cepas. A agência reguladora americana ainda conta a colaboração do National Institute of Healths (NIH) para entender melhor o que está circulando.



O médico destacou na entrevista que as vacinas já em uso para Covid-19 são provavelmente eficazes contra as novas variantes.
Compartilhe no Google Plus

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!