Ministério envia amostras da variante da Covid-19 encontrada em Manaus para análise em Oxford




O Ministério da Saúde decidiu enviar amostras da variante da Covid-19 detectada em pacientes de Manaus, no Amazonas, para análise na Universidade de Oxford para que seja aferido o real grau de transmissibilidade e agressividade da variante. A informação foi divulgada pelo titular da pasta, Eduardo Pazuello.



Cientistas suspeitam que a mutação, a E484K, apresentada na variante de Manaus e também na sul-africana, parece tornar o vírus mais eficiente em fugir do sistema imunológico e, por isso, ser capaz de contaminar novamente o paciente.



“Mandamos todo o material coletado para Oxford para termos posição exata do grau de contaminação e agressividade da nova cepa”, disse Pazuello. “A tendência é que seja uma cepa que contamina mais e com grau de agressividade semelhante à anterior. Porém, é no número de contaminados que ela faz a diferença”, sinalizou o ministro.
Compartilhe no Google Plus

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!