Inglaterra e Escócia voltam à quarentena total à meia noite



A Escócia e a Inglaterra determinaram uma quarentena total nesta segunda-feira para controlar a disseminação da Covid-19, que está acelerando nos países com o avanço de uma cepa mais transmissível do vírus. A variante é 70% mais contagiosa do que o vírus que circulava inicialmente. Na Inglaterra, escolas e universidades serão fechadas, com o ensino sendo transferido para o modo remoto a partir desta terça-feira. O primeiro-ministro Boris Johnson afirmou que os hospitais ingleses estão passando pelo momento mais difícil por causa da Covid-19. As internações cresceram 30% e o número de mortes aumentou em 20% durante a última semana. A população só poderá sair de casa para fazer compras essenciais, praticar exercícios, para trabalhar caso seja impossível fazê-lo de casa e em outras poucas exceções. Bares e restaurantes já estavam fechados, e as determinações para reuniões sociais também já eram bem restritas. O premier informou que se o cronograma do programa de vacinação correr conforme o planejado e o número de casos e óbitos responderem às medidas de bloqueio como esperado, deve ser possível relaxar a quarentena até meados de fevereiro. No entanto, ele mesmo afirmou que é necessário ter cautela quanto ao cronograma. Na Escócia, a primeira-ministra Nicola Sturgeon afirmou que a nova variante da Covid-19 responde por quase metade dos novos casos no país. Ela também anunciou que a população será obrigada a ficar em casa em janeiro a partir de meia-noite, sendo autorizada apenas a sair por motivos considerados essenciais. As escolas serão fechadas para todos também, com exceção dos filhos dos trabalhadores considerados essenciais e das crianças com necessidades especiais. Restaurantes e bares já haviam sido fechados anteriormente, podendo apenas fazer entregas.
Compartilhe no Google Plus

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!