Índia libera exportação de vacinas; Brasil fica de fora

 


A Índia, uma das maiores fabricantes de insumos médicos do mundo, começará a exportar vacinas contra Covid-19 até a próxima quarta-feira, disseram fontes governamentais. O Brasil, que negocia o envio de 2 milhões de doses da vacina de Oxford produzidas pelo instituto indiano Serum, não está na lista de nações contempladas, segundo apurou a Reuters. O primeiro lote exportado irá para o Butão, disseram as autoridades, que pediram para não terem seus nomes revelados pois um anúncio formal ainda será feito pelo governo indiano.Dois milhões de doses do imunizante produzidas pelo Instituto Serum também serão despachadas para Bangladesh na quinta, disseram as mesmas fontes.

Compartilhe no Google Plus

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!