Depois do Amazonas, Rondônia vai transferir pacientes para outros estados




Após o colapso no sistema de Saúde do Amazonas, com falta de oxigênio e necessidade de transferir pacientes para outros estados, o governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha (sem partido), anunciou que vai transferir pacientes com Covid-19 para outras unidades da Federação. Os transferidos serão alguns daqueles que estão na fila, ainda à espera de um leito de UTI. Segundo o secretário de saúde do estado, há 40 pessoas esperando uma vaga de internação.



De acordo com o G1 RO, o anúncio foi feito no sábado (23) durante uma transmissão ao vivo no Facebook. Durante o dia, o governador e a equipe de saúde do estado passaram o dia em negociações com o Ministério da Saúde para garantir a mudança desses pacientes de Rondônia para outros hospitais federais do país.



"Nós mandamos o documento [para o Ministério da Saúde], todo trabalho está sendo desenvolvido para que isso aconteça [transferência] e para que nós possamos salvar vidas", contou Rocha na live.


Conforme aponta a publicação, o governo do estado informou que há poucos leitos de UTI disponíveis — pelo menos 12 hospitais estão 100% ocupados — e também faltam médicos. O governador, então, pediu que o Ministério da Saúde envie profissionais a Rondônia.
Compartilhe no Google Plus

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!