Papa Francisco Lamenta Que Consumismo Tenha "Sequestrado o Natal"




"Neste momento difícil, em vez de lamentar o que a pandemia nos impede de fazer, façamos algo pelos que têm menos. Não o enésimo presente para nós ou para os nossos amigos, mas para um necessitado em quem ninguém pensa", pediu Francisco da janela do Palácio Apostólico.



O papa lembrou ainda que o período do Natal é propício para "preparar o coração" e não para "se deixar levar" pelo consumismo que normalmente caracteriza estas datas.

"Não vamos deixar-nos arrastar pelo consumismo, porque 'devo comprar presentes, tenho de fazer isso', por esse frenesi de fazer coisas. O que importa é Jesus. O consumismo, irmãos e irmãs, sequestrou-nos o Natal", lamentou Francisco.

E acrescentou: "O consumismo não está na manjedoura de Belém. É realidade, pobreza e amor", disse o papa.

Depois de rezar a oração mariana do Angelus, perante alguns fiéis que o ouviam na Praça de São Pedro, o papa voltou a lembrar os marinheiros que estão bloqueados nos seus barcos em todo o mundo e que não podem regressar a casa devido às restrições da pandemia de Covis-19.

A pandemia do novo coronavírus causou um problema específico aos trabalhadores marítimos, pois muitos deles, estima-se em cerca de 400.000 em todo o mundo, estão bloqueados em navios, muitos deles para lá do prazo dos seus contratos, e não podem voltar para casa", explicou Francisco.

Por isso, o papa, natural da Argentina, exortou os governos a "fazer o possível para que estas pessoas possam estar com os seus familiares".
Compartilhe no Google Plus

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!