Operação de combate ao comércio ilegal de carvão destrói 41 fornos no sudoeste da Bahia




Uma operação conjunta entre o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e a Polícia Militar destruiu 41 fornos que eram utilizados para a produção ilegal de carvão nos municípios de Cândido Sales e Encruzilhada, no sudoeste da Bahia. Ninguém foi preso.


De acordo com o coordenador da Unidade Regional do Inema em Vitória da Conquista, Glauber Guerra, a operação foi deflagrada após o recebimento de várias denúncias ao Inema, e aconteceu entre os dias 1º e 4 de dezembro.



Ainda segundo o Inema, cada um dos fornos que foram destruídos tinha a capacidade de queimar quatro metros estéreo de madeira por fornada. Um metro estéreo é uma pilha de madeira roliça de dimensões 1m de largura x 1m de altura x 1m de comprimento.


Além disso, também foram apreendidos mais de 30 metros estéreos de madeira nativa em forma de lenha e flagrados mais de 100 hectares de mata atlântica desmatada ilegalmente.

Foi identificado, também, durante a operação, que os trabalhadores das carvoarias realizavam atividades em condições precárias.

Os suspeitos de gerenciar as ações ilegais fugiram com a chegada da polícia. No entanto, vários proprietários dos imóveis fiscalizados já foram identificados e devem responder por crimes ambientais.

O Inema alerta ainda que para registro denúncias de crimes ambientais, o cidadão pode entrar em contato com o Disque Denúncia, através do número 0800 071 1400.

(G1)
Compartilhe no Google Plus

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!