França detecta primeiro surto de gripe aviária em fazenda




governo francês anunciou hoje que foi detectado um primeiro surto de gripe aviária numa fazenda com 6.000 patos, no departamento de Landes, a cerca de cinquenta quilômetros da fronteira espanhola.



O surto, confirmado pelo laboratório da Agência Nacional de Segurança Sanitária Alimentar (ANSES), está situado na localidade de Benesse-Maremne, onde se constatou no sábado "uma mortalidade elevada", explicou o Ministério da Agricultura, em comunicado.

No dia seguinte, a Prefeitura de Landes ordenou o abate de todos os patos da fazenda e foi estabelecida uma zona de proteção de três quilômetros ao redor e outra de dez quilômetros para vigilância.

Na tentativa de controlar o risco de propagação do vírus, que não é transmitido às pessoas (nem pela ingestão de carne, ovo ou "foie Gras"), foi proibido naquela zona o transporte de aves e estabelecidas "medidas sanitárias rigorosas".

Esteé o primeiro caso de gripe aviária encontrado numa fazenda na França. No entanto, desde meados de novembro, já tinha sido identificado um surto numa "pet shop" na ilha da Córsega.

Além disso, o Ministério da Agricultura disse hoje que também foram confirmados vários casos de infeção em aves selvagens no final da semana passada: um ganso no departamento de Loire Atlántico (oeste) e três cisnes no departamento de Meurthe-et-Moselle (nordeste).

Em torno dos locais onde esses animais foram encontrados foram estabelecidas zonas de controlotemporário.
Compartilhe no Google Plus

Sobre SITE TRIBUNA

Informação: esse é o compromisso de todos os dias do Site Tribuna. Um site de credibilidade que tem o orgulho de proporcionar diariamente aos seus leitores informação com ética, qualidade e independência editorial. Atualmente, o Tribuna de Ibicaraí conta com uma equipe que produzem análises consolidadas, apuração com profundidade, contextualização da notícia e abordagem dos fatos como eles realmente acontecem. Essas são as qualidades que fazem do Tribuna de Ibicaraí um site de credibilidade!